quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Skank - Homem que sabia demais (single promocional - Item de colecionador)

Capa

Para surpresa do público e dos fãs, não há muito o que falar sobre este single da banda Skank com a música “Homem que sabia demais”. Distribuído para algumas rádios e alguns DJs em 1993, pela gravadora Sony. A versão original deste single faz parte do 1º álbum homônimo lançado pela banda mineira naquele ano. Sinceramente, não sabemos se este single pode ser chamado de remix. Afinal, as músicas estão mais para versões do que remix dançante propriamente dito, daquele que a galera gosta de dançar nos clubes. O single mostra três versões da mesma canção, que misturam influências rítmicas vindas do reggae-dub-raggamuffin.

- Como assim? Cadê o remix dançante?

Calma prezado leitor, este single não apresenta  remix dançante para a pista!!!

 - O QUÊ... ??#P#?T!&Ú...Grrrrr!!!!
Contracapa 

Ambos os lados do disco possuem as mesmas músicas para serem tocadas em aparelhos com 33 rotações ou 45 rotações!

Este single possui as seguintes versões:

LADO A
1- Versão original - igual a versão apresentada no álbum.
2- Versão instrumental.

LADO B
3- Versão produzida por Paulo Junqueiro - com muito Dub-reggae-raggamuffin.
4- Versão Ragga-Calango - com muito Dub-reggae-raggamuffin.

* Até o momento não há informação de que este single tenha sido lançado em Cd ou que as versões tenham sidos lançadas em coletâneas paralelas ao trabalho da banda ou ainda, que as versões estejam sendo comercializadas em sites de venda de músicas pela internet.

** Com sorte é possível comprar este disco em alguma emissora rádio falida ou em alguma emissora de rádio que esteja vendendo discos antigos de seu acervo.

*** O design gráfico do single não possui créditos.

**** Nem tudo está perdido! O single é perfeito para quem curte Dub-reggae e Raggamuffin!!!!!!

sábado, 18 de fevereiro de 2012

DJ Jason Bralli - 2000 (CD álbum)


Capa
Enquanto o Rock e a Mpb  sofrem com o excesso de artistas e canções lançadas no mercado brasileiro, a música eletrônica tupiniquin sobrevive em meio a pressão tecnológica desenvolvida pelas produções internacionais de grandes artistas. 
Quando as pessoas comums ouvem o trabalho de Djs e produtores brasileiros, muitos ficam com  um sentimento de frustação não pela falta de idéias, mas por observar um resultado que beira a mesmice e o óbvio. Principalmente, quando o trabalho for injustamente comparado com diversas musicas produzidas por djs internacionais e lançadas no mercado mensalmente. A postagem de hoje apresenta o Cd do Dj e produtor brasileiro Jason Bralli que foi lançado em 2000 pela gravadora RDS records. 

O álbum está dividido em 10 faixas que trazem várias influências musicais dos gringos, visto que, não foi o Brasil quem inventou a musicalidade eletrônica e seus estilos. Dessa forma, o que resta ao Brasil  é a transformação sonora de istrumentos orgânicos brasileiros para instrumentos sintetizados. Dentro dessa realidade, o álbum de Jason Bralli mantém a base eletrônica e adiciona elementos musicais que vão do trance ao techno, passando por referências do house de chicago, da acid house e o Detroit Techno. De forma geral, a equipe do blog observou um trabalho simples e um tanto tímido, diante das possíbilidades tecnológicas brasilieras e do conhecimento do Dj. Não se trata de um trabalho musical imprescindível, porém merece respeito por alguém fazer alguma coisa no limitado contexto musical eletrônico brasileiro. Vale pela pesquisa. 

Encarte 1
Encarte 2









Este trabalho tem o projeto gráfico de Paulo Silveira (Hypno design) e a maxterização de Xerxes de Oliveira.

As músicas deste álbum são:

1- Futura bossa nóia - 6´24
2- + ou- assim - 6´52
3- Sweet afro flute - 7´48
4- Flowers - 5´58
5- Black mystery - 8´16
6- Meu piano (Cris.com) 7´34
7- + ou- assim (Phaser mix) 8´43
8- Casual - 6´30
9- TF - 6´27
10- Love to love 7´22

Contracapa





CD

*Até o momento não há informação de que este álbum tenha sido editado em vinil.Também não há registro de lançamento ou distribuição de singles para promover este Cd álbum. 

*Ainda é possivel comprar o Cd pela internet em lojas de discos novos ou usados. Outras informações sobre a carreira do DJ clique aqui!

***Agradecimento especial ao DJ MAX por ter fornecido as imagens do CD.


sábado, 11 de fevereiro de 2012

Ed Motta - Remixes e Aperitivos

Capa





















Antes  de  falarmos  sobre  o  álbum,  gostaríamos  de  deixar um agradecimento ao cantor Ed Motta e a sua e quipe de produção pelo belo trabalho apresentado no Cd Remixes e Aperitivos.  Sem dúvida nos próximos 50 anos - se ainda existirem lojas de discos - será um privilégio garimpar este Cd  em meio a tantas musicas perdidas no Brasil que tenham sido produzidas na década de 90. Remixes e Aperitivos foi lançado comercialmente em 1998 pela gravadora Universal. Neste trabalho os fãs e demais internautas não irão encontar um remix como a música “Descobridor dos sete mares” de Lulu Santos ou um remix no mesmo estilo de “Dancing Days” das Frenéticas feito pelo pessoal do Ponte Aérea. Entretanto, o público foi contemplado com um trabalho recheado de canções dançantes, inteligentes e criativas! 

Contracapa do encarte





















Bom gosto e harmonia musical marcam este álbum produzido pelo próprio Ed Motta e convidados de peso como Lincoln Olivetti, Glauton Campello, Aldivas Ayres entre outros. O design do álbum foi desenvolvido por Edna Lopes e André Teixeira. A produção fotográfica é de Milton Motenegro. Este CD contém 12 faixas com os seguintes petiscos musicais:

1- Manuel 3´26

Análise: A nova versão para uma música, que já um clássico na carreira de Ed Motta, recebeu uma turbinada desde os acordes iniciais em que se pode ouvir o ronco de um automóvel partindo em disparada até o andamento geral da melodia com os demais instrumentos tecnicamente condicionados, resultando em um ótimo hit para ser tocado em programas de rádio. O remix não possui créditos.

Nas imagems abaixo você pode ver o single promocional da música Manuel distribuído para rádios e alguns djs para promover o álbum.















2- Baixo Rio 3´52

Análise: Outro sucesso do artista que recebeu uma revitalização musical com timbres melódicos mais potentes do que a versão originalmente lançada na década de 80. Como na canção anterior, temos aqui outro hit para agitar os programas de rádio, mas longe das pistas. Esse remix também não possui créditos.

3-Você mentiu pra mim 5´08

Análise: Este é um dos remixes do Cd preferidos pela equipe do blog. Essa versão tem personalidade dançante e não é apenas um “tum-tis-tum” básico como muitos remixes nacionais lançados por aí! Diríamos que e trata de uma versão festiva com acompanhamento melódico do inicio ao fim. Aqui você encontra baixo sintetizado, guitarra, programação de bateria, piano, strings e para completar ainda tem os riffs dos metais (trompete, saxofone alto e trombone)! Enfim, um ótimo remix para a pista e para as rádios! 

Encarte 1











Encarte 2












4-Vendaval 3´14

Análise: Para quem gosta de fazer estilo e passinho na pista de dança sem dúvida esse remix é uma boa escolha. A linha de baixo mesclada com grooves funkiados fazendo referência a black music americana pode fazer a festa de muita gente! Remix produzido por Nado Leal e Paulo Jeveaux.

5-Dias de paz (It´s a beautifull day mix) 6´34

Análise: Essa versão é bem diferente dos remixes que a maioria dos brasileiros está acostumada a ouvir. Gravada na Inglaterra e produzida pelo britânico Will Mowat, esse remix possui personalidade ao mostrar uma bela composição melódica recheada de influências jazzísticas até então desconhecidas pelo público e pelos fãs do cantor!

6-Fora da lei 4´50

Análise: Produzido por Toni Rato, temos aqui um remix bem diferente da melodia original. Na prática trata-se de uma versão romântica para curtir, dançar ou sussurar no ouvido da pessoa amada. Boa versão para os programas de rádio aquecerem corações apaixonados.
Nas imagems abaixo você pode ver o single promocional da música Fora da lei distribuído para rádios e alguns djs para promover o álbum.














7-Vamos Dançar 4´45

Análise: Remix moderado com levada jazzy e direito a muito soul para garatir uma releitura musical interessante sem cair na mesmice.

8-A flor do querer 6´22

Análise: Produzido pelo inglês Will Mowat, esse belo remix mostra aos fãs e o público em geral o resultado de uma música cantada em português sob uma base musical chamada de 2-Step garage ou simplesmente Two-step. O ritmo Two step é um sub gênero musical do UK Garage inglês. É um estilo de música eletrônica que fez um relativo sucesso no final dos anos 90. No estilo Two Step a batida quatro por quatro é quebrada por um break na segunda e na quarta marcação. A linha melódica é mais focada no baixo e na bateria. Geralmente as bases são do house norte-americano, só que os ingleses que fazem two step aceleram a rotação! Mesmo não sendo um remix tão popular, vale pela criatividade! Recomendamos!


Encarte 3












Encarte 4












9-Solução

Análise: Mais um sucesso na carreira do artista que ganhou uma versão super-turbinada com influências da house music mixada na batida com os riffs de bateria de escola de samba! Sem dúvida outro belo remix limpa banco para fazer todo mundo cair na gandaia. 


Encarte 5












10-Daqui pro Meyer (remix) 4´14
 
Análise: Afaste os móveis da sala, aumente o volume do som ou caia na pista de dança! Esse remix produzido por Paulo Jeveaux é pura festa! Se joga! Os arranjos iniciais do remix contém samples da canção “K-Jee” do M.F.S.B que faz parte da trilha sonora do filme “Embalos de sábado a noite”. Quer mais? Nas imagems abaixo você pode ver o single promocional da música Daqui pro Meier distribuído para rádios e alguns djs para promover o álbum.













10-Fora da lei (remix 2) 5´40

Análise: Produzido por Corello este remix possui referências do funk e da black music.  Essa versão pode cair bem em barzinhos e restaurantes com a galera em ritmo de festa antes de se esbaldar na pista! Boa versão para tocar em  programas de rádio! Para ouvir o remix clique aqui!

11-Dias de paz (remix 2) 6´34

Análise: Esse remix também foi produzido por Will Mowat e é, digamos, a versão instrumental do remix “It´s a beautifull day mix” também produzido para a mesma canção que aparece na quinta faixa deste álbum.  Para ouvir este remix clique aqui! 

Contracapa  do Cd
















CD


** Até o momento não há informação de que este álbum teha sido lançado em vinil.

*** Ainda é possível comprar o Cd nas melhores lojas de venda de discos na internet ou em algumas lojas de discos usados pelo país!






sábado, 4 de fevereiro de 2012

BMG REMIX (promocional)

Capa





















Além de exercer a tarefa de detetive na busca de singles e remixes promocionais brasileiros, infelizmente a equipe do blog Brasilremixes e todos os seus colaboradores também enfrentam problemas com a falta de informação e confusão estabelecida em parte do mercado musical brasileiro. Mas o que é difícil pode se tornar ainda pior! No post de hoje destacamos o Cd promocional de remixes da gravadora BMG Brasil. Ele foi lançado e distribuído em 1999 com os remixes das musicas “Fogo de Palha” de Lulu Santos e “Garganta” da cantora Ana Carolina. Apenas para registro o Cd promocional também apresenta outras quatro canções remixadas de artistas internacionais como Whitney Houston, TLC, Puff Daddy e Blondie. 

Encarte






















Porém antes de ir ao que interessa lembramos aos fãs, internautas e a público em geral que todos os discos, Cds e singles lançados no mundo inteiro devem trazer uma organização informacional  mínima que consiste em apenas oito itens: 

1)     Nome do artista
2)     Nome da música
3)     Tempo de duração
4)     Data de lançamento
5)     Nome da gravadora ou selo
6)     Nome do produtor/engenheiro de som
7)     Nome do remix/produtor (se houver)
8)     Nome do designer artístico (se houver)


Contracapa do CD


















 
Como você pode visualizar nas imagens é patético perceber que a gravadora tenha se esquecido de creditar o nome do intérprete (cantor) das canções cantadas em português contidas nesta coletânea! Mesmo que tenha sido distribuído de forma promocional, tamanho erro não justifica!  É inadmissível que o responsável pela parte gráfica do encarte do Cd ou qualquer outro profissional que trabalhe na gravadora não tenha percebido isso! Depois reclamam porque os programadores de rádio não tocam as musicam distribuídas pelas gravadoras!!!!
Com o aumento da concorrência musical somado as informações incompletas, nem dá vontade de procurar!

Enfim, as musicas brasileiras remixadas nesta coletânea são:

1- Lulu Santos – Fogo de Palha (Fuba Mix Extended Version) 5´43

Análise: A versão original dessa canção foi apresentada no álbum “Calendário” lançado pelo cantor em 1999. Fogo de palha é um remix produzido por Nado Leal e Alex de Souza que cumpre com a sua função trazendo influências da house music + efeitos eletrônicos com direito a vocoder e sample de bateria de escola de samba. A camada musical sintetizada apresenta pianinho fazendo referências da Italo house com teclado principal lembrando os riffs sintéticos utilizados num remix já conhecido pela galera feito para a música “Sábado a noite” da banda Cidade Negra. (já postado pelo blog).

2- Lulu Santos – Fogo de Palha (Fuba Mix Radio Version) 3´55

Análise: Esse remix é igual a versão anterior, porém editado em menor tempo para tocar no rádio.

3- Ana Carolina – Garganta (Rock Mix) 3´07

Análise: Ao que tudo indica no encarte do Cd, todos os remixes feitos para a música “Garganta” foram produzidos por Billy Umbella. Rock mix é uma versão melhorada da canção original. Boa pedida para programas de rádio.

4- Ana Carolina – Garganta (Pop Rock Mix) 3´09

Análise: Remix muito parecido com a versão anterior. Uma melodia 100% pop/rock ideal para tocar no rádio.

5- Ana Carolina – Garganta (Pop Mix) 3´09

Análise: Outro remix parecido com a versão anterior. Segue a mesma linha pop/rock sem surpresas.

6 - Ana Carolina – Garganta (Dance Mix) 4´10

Análise: Remix básico com levada da house music. Boa versão para tocar em programas de rádio, mas na pista ficou muito fraca! Valeu pela tentativa. Quem sabe na próxima vez! 

7- Ana Carolina – Garganta (Dance 130 Mix) 4´04

Análise: Outro remix básico com referências da house music. A Idéia é interessante, mas precisa ser melhorada com uma vibração mais convincente! Vale pelo registro!

As musicas Fogo de Palha (Fuba Mix Radio Version) de Lulu Santos e Garganta (Dance 130 Mix) de Ana Carolina foram incluídas oficialmente no Cd comercial chamado Pop Rock remixes volume 2 já postado pelo blog e que vc pode rever clicando aqui!

CD

Acreditamos que ambas as músicas contidas nesta compilação também tenham sido editadas em Cd single separadamente. Porém, as imagens não foram localizadas até o momento.

Não há registro de que as musicas estejam sendo ou foram comercializadas digitalmente em sites especializados na internet.

Também não há registro até o momento de que ambas as canções tenham sido editadas em vinil 12”.