sábado, 30 de janeiro de 2016

Lulu Santos - Dance bem - Dance mal - Dance sem parar + remixes (compilação)

Capa

O cantor Lulu Santos já foi o protagonista musical de festas memoráveis pelo Brasil. Entre 1994 e 2001, era fácil encontrar no play list dos Djs, um remix ou uma canção do artista. Poderia ser “Descobridor dos sete mares”, “Tudo Igual”, “Condição”, “Hiperconectividade”, “Aviso aos Navegantes”, “Dancing Days”, “Assim caminha a humanidade”, “Fulgás”, “Cadê você”, entre outros hits que marcaram época e agitaram a galera.

Na lista de sucessos, há canções de outros artistas que também ganharam notoriedade com a participação de Lulu. É o caso da música “Sábado a Noite”, da banda Cidade Negra e da canção “Astronauta”, do Gabriel o Pensador. Dizem que pra geração anos 90, Lulu Santos se tornou o rei da música pop brasileira. Suas canções não paravam de tocar nas emissoras de rádio e os shows do cantor lotavam estádios e casas de espetáculo, nas principais capitais do país.
Contracapa interna

Para fãs de música dançante como nós, bem ao contrário daqueles que preferem a simploriedade de voz e violão em versões acústicas enfadonhas e chaaaaaatas, existe uma compilação musical do cantor Lulu Santos que registra o ótimo momento do artista. Ela se chama Dance Bem – Dance Mal – Dance sem parar. A coletânea mixada foi lançada em 1998 pela gravadora Som Livre. Entretanto, no meio de toda a festança, é claro, não basta apenas o talento do cantor. É preciso uma boa produção para arquitetar e manter o nível de qualidade musical das canções. Eis que entra em ação, as mãos mágicas dos Djs!! (Nossa! Quanta rasgação de ceda! há! há! há! ....) Mas é verdade!
Capa e contracapa interna montagem

Se não fosse pelo conhecimento melódico e o desenvolvimento técnico dos Djs na produção das musicas, não haveria festa e talvez, Lulu santos nem conseguisse alcançar o sucesso que teve. Afinal, quantos artistas brasileiros já produziram ótimas canções e quantos conseguiram chegar ao estrelato sem o apoio de um Dj? Seria isso uma provocação ou a nova realidade do mercado? Enfim, façam as suas apostas.....

A seleção musical apresenta as seguintes canções:

1- O Descobridor Dos Setes Mares (Original version) 3:32
Análise: Aqui temos uma versão original e não um remix. Além de ter sido incluída como tema publicitário de uma marca famosa, a música fez um grande sucesso nas rádios e nos clubes de todo o país. A melodia dançante faz referência a Disco music e possui o sampler da música "Disco inferno" lançada pelos The Tramps na década de 70. Essa música é uma regravação da versão original feita pelo cantor Tim Maia.

Análise: Nesse remix há um resgate de uma vibração que foi esquecida pela maioria dos artistas nacionais e do público brasileiro. Ou seja, a harmonia musical. Dizem que a diferença entre a cerveja e o vinho é que cerveja você toma e o vinho você aprecia. A característica dessa canção é justamente o fato de apreciar, degustar e curtir a composição melódica do inicio ao fim. Não se trata de uma música para dançar e ir embora! Estamos falando de uma melodia que inicia com um arranjo instrumental de dois minutos, plenamente influenciado pelos acordes da Disco Music. Na sequência da canção, temos a parte cantada que se adiciona a melodia sem pasteurizar o resultado final. Se joga! 

3- Casa (O Eterno Retorno) (A House in the jungle mix) 5:34
Análise: O refrão da música utiliza arranjos em loop (repetição) da frase: “Eu tô voltando pra casa.... eu tô voltando.....” O remix apresenta referências do Tribal house moderado que se mistura aos timbres de Eurohouse made in Brazil.

4-  Condição (Extended mix) 5:14
Análise: Esse belo remix com influências da House music foi produzido por Nado Leal e Paulo Jeveaux (G-vô) e editado junto ao Cd single promocional da canção Hiperconectividade - já postada pelo blog. Aliás, antes que caia no esquecimento, a música “Condição” é cantada por Lulu Santos com a participação especial do cantor Milton Guedes.

Análise: Composta por Nelson Motta/Ruban e originalmente gravada pela turma das Frenéticas em 1977, essa música virou um raro hit da Disco music cantado em português e um grande sucesso da dance music no Brasil. Já que  o cantor Lulu santos era da galera antenada com a evolução musical mundial, a disponibilidade e a segurança em regravar essa versão não deve ter sido tão difícil. Afinal, Lulu Santos é um dos poucos artistas brasileiros que conseguiu aprimorar sua capacidade e desenvoltura musical, em vários estilos que vão do pop ao rock, passando pela música eletrônica, as baladas românticas e os hits dançantes. A versão feita para essa canção foi produzida por Alex de Souza e Robson Vidal. É um remix House festivo repleto de efeitos eletrônicos para incendiar qualquer pista de respeito.
Encarte interno 

6-  Cadê Você (Do-Re-Mi 12" vocal) 6:41
Análise: As influências da Disco music foram fundamentais na concepção melódica dessa versão.  Na prática, temos um remix House com arranjos, percussão, metais, breaks, harmonia e melodia inspirados no universo Boogie oogie oogie. Um remix festivo para agitar a galera em clima de nostalgia.

7-  Aviso Aos Navegantes (Remix)  3:43
Análise: Desconhecido do grande público, o remix não apresenta surpresas e não possui créditos de autoria. A versão ficou simples e foi apenas levemente melhorada da versão original. A remixagem possui um conceito dançante com influências da Black music e do Rhythm and blues. 

8-  Fullgás (Original version) 4:57
Análise: Essa faixa é ótima, mas não foi remixada. A construção melódica original da canção possui acordes sofisticados e uma cadência bem interessante. Mesmo que não seja considerada uma canção romântica, a melodia acabou sendo utilizada por parte do público, como trilha musical de um ambiente mais apaixonado. Isso ocorreu pelo fato da canção apresentar instrumentos como saxofone e guitarra wah wah.
Explicação: Acontece que no Brasil, os riffs de saxofone estão mais presentes em canções tranquilas e românticas. Dessa forma, o saxofone acabou sendo condicionado a baladas românticas. O destaque vai para os arranjos finais da música, em que o ouvinte tem a impressão de que a melodia esta sendo conduzida para o além, permanecendo apenas os acordes do sintetizador.

9-  Se Você Pensa (Original version) 3:04
Análise: A melodia possui o sampler de "Long Train Runnin" de Doobie Brothers e influências do Miami bass (no Brasil, erroneamente confundido com o funk carioca).
Encarte interno 

10-  Tudo Igual (Memê vocal club anthem) 7:41
Análise: Esse remix possui influências da dance music mundial praticado na época em que a canção foi lançada (1994). A palavra "Anthem" é utilizada pelos ingleses para classificar uma melodia como se fosse um "hino musical". Trata-se de um remix muito bem produzido pelo Dj Memê. A versão possui um timbre de piano e de bateria que são considerados por muitos como um estilo clássico de composição melódica da House music.

Análise: Produzido por Ramiro Musotto (1964 – 2009), a sonoridade melódica oriental e a rima da palavra “Hy-per-co-ne-cti-vi-da-de” cantada por Lulu Santos fazem toda a diferença nesse remix com levada House e riffs moderados de Drum n´bass. Sem dúvida uma releitura simples e fácil de produzir por pessoas que estão conectadas com a musicalidade mundial e que entendem de percussão e programação tecnológica. Ao contrário de muitos produtores que só sabiam tocar guitarra e produzir sons eletrônicos fajutas, infelizmente.

12-  La Danza Del Tezcatlipoca Rojo (Original version) 2:25
Análise: Essa canção não é remix. Ela foi produzida por Ramiro Musotto e originalmente lançada por Lulu santos em 1997, no álbum Liga lá. A canção foi gravada ao vivo num evento da MTV e embora não tenha sido um hit de sucesso, ela registra um momento musicalmente peculiar e bem experimental na carreira do artista.  A faixa utiliza um berimbau eletrônico e faz a plateia enlouquecer....recomendamos!
Contracapa externa 

Análise: Originalmente gravado pelo grupo Mutantes na década de setenta, esse remix acabou aparecendo de surpresa na compilação. A faixa foi produzida por Carlos Alburquerque, Alexandre Moreira, Dj Marcelinho da lua e Marcio Menescal. Voltado para a musicalidade pop, o remix utiliza uma base moderada de Drum n´ bass, uma linha de baixo atmosférica e vários efeitos eletrônicos. Bem interessante.

14-  Cyberia (Original version)
Análise: A melodia foi produzida por Alkez (Alex de Sousa) e Sasha (Sasha Amback). Não se trata de remix. A canção possui um conceito musical que utiliza a sobreposição melódica bem ao estilo Downtempo, para fazer um clima que mistura expectativa e mistério, com gritos de guerra e efeitos sonoros que lembram o trote de cavalos.
CD 

* Até o momento a compilação não foi lançada em vinil e acreditamos que nunca será lançada nesse formato.

Um comentário:

joao vitor007 disse...

Muito bom o texto sobre essa complicaçao. Parabens!